quinta-feira, 21 de junho de 2018

Nota de Repúdio da APLB Sindicato


Presidente do SINDPTN participou da Assembleia Geral da APLB PTN

O Presidente do SINDPTN (Sindicato dos Servidores Públicos de Presidente Tancredo Neves) , Josemar Andrade participou na tarde de ontem, de uma Assembleia Geral da APLB Sindicato em nossa cidade, sua participação teve como objetivo informar os participantes sobre a decisão da justiça de pagar os salários não pagos dos servidores públicos municipais na gestão de 1996 à 2000, explicou que o SINDPTN e a APLB Sindicato tem em mãos a relação dos servidores que terão direito ao recebimento por constarem no processo na justiça, mas os que não estiverem nas listas infelizmente não poderão dá entrega no processo, por já prescrito, pois o prazo máximo para reclamar na justiça é de 5 anos, disse que no M~es que vem estará acontecendo uma audiência para determinar o bloqueio dos recursos para realizar os pagamentos.




Fonte: SINDPTN

quarta-feira, 20 de junho de 2018

APLB PTN realizou assembleia ontem (19.06) e decidiu paralisação caso as emendas do Plano de Carereira não vá para a Câmara Municipal para votação.

Na tarde de ontem (19.06), a APLB Sindicato Núcleo de Presidente Tancredo Neves realizou uma Assembleia Geral com grande número de seus associados, no 1º andar de sua sede própria, agora climatizada, para discutir a seguinte pauta:
  • Plano de Carreira:
  • Piso Salarial;
  • Mudança de Nível;
  • Aumento das aulas de 26 para 30;
  • Atrasos nos pagamentos dos salários do mês de Maio, e;
  • O que houver.
 A Coordenadora Edilene de Jesus, começou detalhando toda a demorada negociação entre a APLB e Gestão das emendas do Plano de Carreira do Magistério, que caminhava muito bem, apesar tem acontecido movimentos feitos por alguns colegas contra e enquadramento, mesmo assim, isso foi superado, enquanto se esperava que o projeto de lei fosse encaminhado para a Câmara Municipal a Gestão alegou por meio de seu jurídico que estava tudo errado, travando totalmente as emendas, ficou decidido que a Prefeitura tem até o dia 10 DE JULHO DE 2018, para ser encaminhado  para a Câmara Municipal, caso isso não aconteça será feita uma paralisação.
Foi feita a leitura da Portaria n. 004/2018, de 18.06.18 da Secretaria Municipal de Educação com a reposição das aulas. 
A Mudança de Nível  foi de entendimento por parte da categoria que fosse colocada na justiça, mas o Secretário de Educação se comprometeu a regularizar a situação.
O Piso Nacional não teve seu percentual anunciado e dado pelo Governo federal repassado integralmente para os professores. foi solicitada uma atualização da planilha de mudança de classe. as permutas foram discutidas, essencialmente nos casos em que os profissionais não dão a carga horária devida. Os empréstimos de contra cheques voltaram ser pauta da Assembleia, sendo feita uma cobrança para extinguir esta prática. Servidores trabalhando em outras secretarias e recebendo pela educação. O reajuste salarial de servidores dos 40% acontecerá já neste mês de junho, com 3% de reajuste. Os 50% do décimo terceiro salário, que se tornou rotina ser pago no mês de junho, possivelmente não acontecerá este ano. 
O Presidente do SINDPTN Josemar Andrade fez o informe da relação dos salários não pagos nas gestão de 1997 à 2000, que a lista dos servidores estão na APLB e no SINDPTN, que infelizmente os que não estiverem na lista não poderão dá entrada na justiça, pois prescreveu, que acontecerá uma audiência no mês que vem para determinar o bloqueio do recurso para o pagamento dos servidores. 





Fonte: APLB PTN